ATENÇÃO!

ATENÇÃO!

Estamos lançando novas postagens no Atitude Masculina - attmasculina.blogspot.com

Boa leitura!

sábado, 27 de julho de 2013

Como o feminismo destruiu o homem francês

Em um post anterior, você viu como um homem francês fez a proeza de conquistar o coração de uma feminista de editorial, e com sua autoridade fazer com que ela aprendesse a cozinhar e a tomar conta da casa. Fora isso, você já deve ter ouvido muito sobre os franceses serem paqueradores e românticos com as mulheres, do homem francês ter a fama de sedutor nato.

No entanto, isto está longe de ser a realidade do homem francês, como relata um visitante brasileiro do Fórum do Búfalo que já mora na França há bastante tempo. Os homens franceses no geral sentem profundamente culpados e envergonhados por sua sexualidade. E o relato a seguir mostra claramente como o feminismo contribuiu para essa crise de identidade no homem, bem como mostra a miséria das mulheres francesas em consequência disso.

Relato de OFrancês.

O Homem Francês

Como vocês sabem, a França e os países escandinavos (Noruega, Suécia, Finlândia, Dinamarca, Islândia) são dominados por um feminismo forte, mais avançado e mais interiorizado na sociedade.

Nossas antagonistas, e varias mulheres inconscientes, talvez ficariam felizes lendo o que escrevi. O problema é que estarão rindo sem conhecimento de causa. Aqui na França reina um tremendo mal estar, que vou tentar ilustrar aqui sem jogar meu computador na parede.


Simbolicamente visto como o charmoso, o comedor, aquele que fascina mulheres e que as trata como deuses, o homem francês como pregado pelo folclore internacional não passa de um personagem de conto de fadas feminino. O homem francês é complacente, compreensivo e aceita a condição feminina atual na sociedade, aceita os seus privilégios. Afinal de contas, quem votou as leis para as mulheres, quem organizou o procedimento público de aborto? 

O feminismo tenta responsabilizar ao máximo o homem, e não a sociedade, por todas as desgraças. O homem é culpado de tudo; para o feminismo, o homem, pela sua própria essência, causa danos ao mundo.


A desgraça do homem francês começa com uma infância pouco tranquila, onde a situação familiar é instável, já que 50 à 60% das crianças francesas cresceram em famílias monoparentais, ou em famílias recompostas. Todos vivem mal, sofrem de instabilidade emocional e tem vergonha de terem apenas um parente. A lenda do feminismo que quer que a família evolua para um núcleo mole não passa de uma tremenda balela. 

Além disto, a educação francesa é muito diferente da brasileira. Os sentimentos de carinho, de afeto, não são bem transmitidos. Crianças são rapidamente colocadas em escolinhas. As crianças, às vezes antes mesmo de terem saído da barriga da mãe, já tem sua vaga reservada na escolinha. Elas têm, portanto, uma relação pouco estável com seus próprios sentimentos.

Ai vem a puberdade. Os instintos masculinos surgem, o desejo sexual aparece. O homem

descobre o corpo feminino e se fascina. Rapidamente, esta ideia é retirada da sua cabeça com ataques violentos e coletivos sobre os seus sonhos. 

Me lembro quando tinha 15 anos e na nossa sala de aula havia uma menina com seios já imensos para a sua idade. Ela colocava um decote sensual e uma blusinha por cima. Na aula ela tirava a sua blusinha, o que evidentemente deixava seu decote à mostra. Eu, pouco endoutrinado ainda por ter vivido pouco tempo na França, não conseguia tirar os meus olhos dela. Sua amiga notou a minha insistência inocente e natural de ficar olhando e falou para a dita cuja, que por sua vez se reportou à professora no fim da aula, e acabei levando sermão por não "respeitar" esta menina. Me senti envergonhado, sem saber definir especificamente o porquê. 

E comecei a notar que os homens reprimiam sua sexualidade, evitavam olá-las por medo. Uma professora do ensino médio um dia me chamou de "macho" (coisa pejorativa na França) quando eu tinha 14 anos, e quando perguntei a ela por quê, ela disse: "eu vejo no seu olhar que você é um"Vocês já viram garotos de 17 anos se contendo com toda sua força para não olhar os atributos femininos que mexem com sua cabeça? É uma das coisas mais tristes que vi na minha vida.

Desta forma, são construídos homens extremamente inseguros, que são vistos e tratados como seres perversos. As aulas de sexualidade, que são obrigatórias por aqui, refletem bem a impressão que cada sexo tem do outro. As meninas escrevem que homens são porcos, só pensam em sexo e são incapazes de ter orgulho próprio. Tudo é feito abertamente, os meninos são taxados de simples animais sexuais. Os homens sentem vergonha de exprimir desejo sexual, de contemplar abertamente e livremente a beleza feminina. Começam a compensá-lo por meios indiretos e vergonhosos, como buscar fotos no Facebook, se esconder para olhar ou fingir ao máximo que não mostra interesse para poder ver em toda tranquilidade.

Os homens daqui já nem podem ser mais qualificados de manginas, eu já os considero assexuados em 90% dos casos, e nos casos restantes, como amedrontados de ter falo. Os homens sofrem de fobia do próprio falo, literalmente. Não têm orgulho de serem homens.

As relações, quando acontecem, são fraquíssimas, xucras, e o romantismo não tem lugar, em parte porque o homem não é dono de seus sentimentos ou até de si mesmo. Vivem à mercê de suas parceiras, que ainda reclamam da falta de controle do homem.

Os homens ficam com mulheres de todos os tipos, que elas sejam feias, gordas, desagradáveis, chatas ou não. O problema é que os casais sofrem de pouca atividade sexual, pois o homem não se sente excitado por sua parceira. Isto mesmo, confrades. O homem virou escravo sexual. O xaveco simplesmente desapareceu, as mulheres não são cantadas nem elogiadas. O toco francês é legendário. Vejo centenas de mulheres no dia-a-dia tristes, querendo ser paparicadas, cantadas, e não são. O que há de tão mal na cabeça feminazi, pra achar uma mulher possa ser "vitima" de assédio sexual por uma paquera feita com respeito e alegria?

Independemente disto, houveram mudanças drásticas na relação entre homens e mulheres. O cavalheirismo, a galanterie francesa, os bons modos para com as mulheres simplesmente desapareceram. As mulheres se viram totalmente com suas vidas e vivem verdadeiros infernos.  Um exemplo: as mulheres têm seus filhos na maternidade mas os homens não as acompanham. Elas têm seus filhos com a equipe medica (porque na cabeça francesa, o que não é necessário é dispensável) e passam a noite sozinhas para voltarem para casa também sozinhas. As mulheres vivem em depressão, tristes, e choram em frente dos seus psicólogos. A igualdade absoluta tem um preço alto.

Por mais irônico que seja, a sublimação dos códigos medianos das relações transformou a sociedade totalmente. Com certeza. Mas as mulheres francesas vivem perfeitamente bem quando são xavecadas, e lidam muito bem com o desejo masculino. Aqueles que não escondem, são valorizados.
Seria isto cafajestagem? Seria isto mesmo que as feministas brasileiras chamam de "assédio sexual opressor"?


O homem que aprende a não ter vergonha na França, a não ter vergonha de seus desejos, que não tem medo de mostrar com cautela e charme o que pensa e quer, se dá bem.

Não obtive muitas conquistas, não sou PUA, não pretendo me relacionar com um máximo de mulheres. Mas o sentimento masculino de dar um tempo para seus instintos, olhar a beleza feminina e expressar seus desejos a traves dele virou assunto vergonhoso na cabeça feminazi e social.

Mas quando é usada, é valorizada pela mulher, que se sente confortável.






É por essas e outras que sempre dizemos aqui:

NUNCA MAIS sinta vergonha se sua sexualidade. 

Descubra já o que é feminismo.

E como se livrar dele e ser uma pessoa verdadeiramente atraente.


ABAIXO O FEMINISMO.

8 comentários:

  1. Don Corleone27/7/13 9:46 PM

    Essa questão de criminalizar os instintos do homem parte das feministas de carreira. As mulheres comuns estão apenas sentindo o efeito rebote desses procedimentos. Homens criados desde pequenos em creches dominadas por mulheres com ideias feministas e depois nas escolas idem se transformam em espantalhos molengas e sem reação. Adicione aí lares constituídos de mães solteiras ou separadas e tá feito o caos.

    ResponderExcluir
  2. Eu sei que uma parte e psicológica de reprimir mas a outra é biológica, no Brasil tem 6 milhões de mulheres amais no mundo a tendencia é ter mais mulher e velho do que homem, não sei o numero exato da França mas tudo indica isso.
    Ai todo mundo fala que sai da matrix quando le Nessahan Alita, o livro é incrível mas você esta atolado nela, a culpa não é das feministas é ... Brother pesquisa ai sobre a queda do nivel de testosterona no sangue graças ao plastico e radiação. Dizer que os homens são assexuados,mangina por que ele quer ou por causa das feministas é mentira. Opa quando eu tinha 11 anos eu ficava exitado com uma revista de culinário hoje com 23 eu vejo uma mulher gostosa e não é como era com a mulher de avental de lado!
    O normal é acordar de pau duro até os 50 anos mas ninguém liga pra nossa saúde, se morrer é até melhor menos concorrência como, graças a esse maldito pensamento 1 homem pode engravidar 100 mulheres ou mais, então inconsciente você fica torcendo pra que o outro morra pra você poder fuder todas ha elas não vão ter escolha, e vão ter que sentir o poder de milha rola... Sim amigo tem muita coisa que contribui para a auto destruição masculina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a culpa não é das feministas é ... Brother pesquisa ai sobre a queda do nivel de testosterona no sangue graças ao plastico e radiação.

      Quer dizer então que você pode voltar a ser homem usando só ítens de madeira e evitar sair ao sol (pra evitar radiação)...

      Lendo o seu argumento, fico com mais uma razão para culpar o feminismo: pelo aumento do número de comentadores burros nos blogs.

      quando eu tinha 11 anos eu ficava exitado com uma revista de culinário hoje com 23 eu vejo uma mulher gostosa e não é como era com a mulher de avental de lado!

      A gente já sabe porque você vem sentindo isso.

      se [o homem] morrer é até melhor menos concorrência como, graças a esse maldito pensamento 1 homem pode engravidar 100 mulheres ou mais, então inconsciente você fica torcendo pra que o outro morra pra você poder fuder todas ha elas não vão ter escolha, e vão ter que sentir o poder de milha rola...

      Então fique aí com sua testosterona baixa por lubrificar seu pau com pó de césio-137 na hora de bater punheta enquanto pensa em foder um harém imaginário de 100 virgens quando a concorrência baixar.

      Excluir
  3. Esse negócio de homem não poder galantear uma mulher surgiu com um bando de mulher feia, gorda e sem atrativos para o sexo oposto.
    Por serem recalcadas e se sentirem humilhadas por verem as mulheres bonitas serem cortejadas e elas não, criaram esse mito de que cortejar mulher é um desrespeito e estão tentando criminalizar essa conduta tão natural que é o homem, o macho, chamar atenção da fêmea.
    Quase todos os animais fazem isto, é uma lei da procriação que o macho conquiste a fêmea, que o macho mostre seus atributos, demonstre interesse e chame a atenção dela.
    Esquilos presenteiam as fêmeas com boas nozes, pombos estufam o peito, pavões abrem suas caudas.
    Homens xavecam e olham.

    Então, para essas feministas, vigora a lei do, se eu não tenho, então ninguém mais pode ter e doutrinaram as pessoas no sentido de que um homem apreciar uma mulher é feio, grosseiro e machista (aliás, tudo é machista hoje em dia).

    O resultado é o que temos visto todos os dias, os homens estão desistindo.
    E, na real, acho isso muito bom, já nas épocas da antiga OLOM eu já dizia, querem ver o feminismo acabar rapidinho? É simples, basta conceder às mulheres tudo o que elas buscam.
    Pronto, dêem direitos iguais a elas, mas, ao mesmo tempo, exijam reciprocidade de obrigações, isto significa nada de carregar sacolas, nada de trocar pneu de carro, nada de pagar contas.
    Final do mês, sente com sua mulher na mesa, some as contas e peça metade do dinheiro para ela.
    Por outro lado, faça metade das tarefas domésticas, aprenda a cozinhar sua comida e lavar sua roupa.
    Em pouco tempo vc verá que fazer trabalho doméstico é fácil e que além de tudo, lhe sobrará dinheiro para fazer as coisas que tu queres.
    Mais do que isto, a sua mulher vai perceber que vc não precisa dela para nada e que a única coisa que vc não pode fazer sozinho (sexo), poderá obter com outra mulher mais bonita e mais jovem do que ela.
    Apostam quanto comigo que rapidinho as mulheres abandonarão essa choradeira?

    A maioria já está abandonando, já surgiram inúmeras antifeministas dentre as próprias mulheres, muitas são ex-feministas desiludidas, que abraçaram a causa pensando ser uma coisa e, uma vez dentro, enxergaram que não era nada daquilo que pensavam, enxergaram que o feminismo não melhorou a vida delas e tampouco as libertou, pelo contrário, só impôs ônus e cobranças, só piorou a vida delas, pq se antes elas era "oprimidas" no lar, pelo menos tinham um homem com quem contar, que as sustentava, pagava as contas e exigia pouco em troca.
    Agora, o feminismo exige muito mais, oprime muito mais e oferece nada em troca.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, sou do Rio e conheci um francês aqui, e essa coisa de quase assexuado, ñ galanteador de ser indiferente e sem charme é bem por aí... eu até ficava achando q era algo comigo, mas ele é assim com todos, parece ser sem vida sei lá... agora já sei o motivo...rsrsrsr

    ResponderExcluir
  5. Nossa, sou do Rio e conheci um francês aqui, e essa coisa de quase asexuado, ñ galanteador de ser indiferente e sem charme é bem por aí... eu até ficava achando q era algo comigo, mas ele é assim com todos, parece ser sem vida sei lá... agora já sei o motivo...rsrsrsr

    ResponderExcluir
  6. Coitados, coitados mais ainda dos suécos , se os vikings soubessem o que a descendência deles se tornou , eles vomitariam. kk

    ResponderExcluir
  7. Alguem pode me informar se frances branco gosta de brasileira negra? E se os homens mais maduros franceses gostam de mulheres brasileiras maduras! eles sao preconceituosos como os brasileiros?

    ResponderExcluir

Apesar de permitirmos comentários anônimos, sugerimos que identifique - se com qualquer conta de usuário que você tenha (Blogger, Google +, OpenID etc.) ou simplesmente usando a opção Nome/URL (URL pode ser deixado em branco nesta opção).

Tags HTML permitidas: negrito, itálico, ênfase, link.

Se você quer dar uma de valentão de teclado e/ou quer provar que estamos errados, considere debater conosco via webcam.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin2

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...